A clínica InVitro oferece uma nova especialidade: a medicina fetal. Essa é uma área de atuação da especialidade médica Ginecologia...  Saiba mais

Veja nossa Vinheta

Causas de Infertilidade Masculina

A infertilidade masculina está presente em 30% dos casais com infertilidade. Esta alta freqüência parece estar crescendo em paralelo com uma possível diminuição no número e função dos espermatozóides em todo o mundo. O espermatozóide é uma célula relativamente frágil e pode ser danificada por várias condições ambientais e hábitos de vida. Aumento na temperatura do organismo resultante de doenças, períodos prolongados em banheiras quentes e roupas apertadas podem alterar a produção e função dos espermatozóides. Exercícios extenuantes repetitivos como correr maratonas, longas distâncias de bicicleta, bem como ganho ou perda exagerada de peso podem também alterar a produção espermática. Drogas, incluindo nicotina e álcool, podem diminuir a fertilidade masculina e devem reduzir ou evitar consumo durante tentativas para engravidar. Exposição à toxinas ambientais, como metais pesados ou outras substâncias químicas também reduz a produção espermática.

Alterações na produção de espermatozóides:

É a principal causa de infertilidade masculina; problemas na produção (baixa quantidade e motilidade) e na maturação (morfologia anormal) dos espermatozóides reduzem as chances de fertilização natural e podem ter sido causados por doenças infecciosas ou inflamatórias, alterações hormonais, alterações imunológicas, fatores ambientais e estilo de vida ou exposição à radiação, além de alterações em genes e cromossomos.

Obstruções Anatômicas:

são alterações no formato do sistema reprodutor masculino que podem bloquear o fluxo do líquido seminal. Algumas dessas alterações são genéticas e outras podem acontecer depois de infecções e inflamações.

Infecções:

Microorganismos como clamídia e niesseria gonorrhea podem diminuir a fertilidade e são tratados eficazmente com antibióticos.

Disfunções Hormonais:

Não produção adequada de hormônios que controlam a produção de espermatozóides (hipogonadismo hipogonadotrófico), pode causar infertilidade. Nesta condição rara, o hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH), tem sua produção deficiente, levando à uma diminuição na produção de espermatozóides e de testosterona pelo testículo.

Varicocele:

É um aumento das veias dos testículos, mais comumente presente no testículo esquerdo. A varicocele dificulta o fluxo de sangue necessário para esfriar os testículos, assim aumentando a temperatura no testículo acometido. Pode estar acompanhada de dor e freqüentemente pode ser tratada cirurgicamente por um urologista.

Ejaculação Retrógrada:

Ocorre quando os espermatozóides são propelidos para trás, em direção da bexiga e não ejaculados através do pênis. Pode ser causada por cirurgia prévia, doença da medula espinhal, diabetes.

Outros fatores:

A disfunção sexual (impotência), diabetes, problemas no sistema nervoso central ou tumores na hipófise também podem causar infertilidade.

Imunológico:

Raramente o homem produz anticorpos contra seus próprios espermatozóides. Em muitos casos, os casais têm mais de uma causa de infertilidade, sendo portanto, necessária avaliação completa do casal.

Portuguese English Spanish

Cadastre-se em nossa Newsletter e receba novidades da Invitro por email.